Meu computador pessoal é um MacBook Air 11″ com 256GB de SSD. Nele armazeno todas as minhas fotos e videos que gravei nos últimos 15 anos.

Para gerenciar pouco mais de 14000 itens entre fotos e videos, uso o Aperture da Apple. O único problema é que estes itens já estavam ocupando mais de 100GB, ou seja, quase 50% do disco. E vocês sabem que espaço em SSD vale ouro.

Recentemente tomei conhecimento do JPEGmini, um aplicativo milagroso que prometia reduzir o tamanho das suas fotos em quase 5x sem perder a qualidade. Imediatamente achei que fosse conversa fiada, mas continuei lendo o artigo, pois foi escrito por um cara que parece realmente entender do que está falando.

O que realmente me impressionou foi quando vi que ele usou filtros do Photoshop para comparar as diferenças entre uma imagem original e uma bem menor processada pelo JPEGmini e o resultado foi que as diferença eram praticamente inexistentes. Não tive dúvidas que deveria testar em minhas fotos.

Baixei a versão para Mac na App Store e fiz alguns testes. Fiquei muito satisfeito e decidi rodar em todos os meus arquivos.

Antes de rodar, fiz um levantamento na minha biblioteca do Aperture e percebi que dos 100GB, 50GB eram de video, 35GB eram fotos e o resto eram previews e outros arquivos de controle que o Aperture cria.

Selecionei todas as minhas fotos e mandei o JPEGmini fazer sua mágica. Cerca de 1 dia depois, o resultado foi uma economia de 25 GIGAS! Isso mesmo, uma redução de 70% (SETENTA PORCENTO) no tamanho das minhas fotos, sem perder qualidade. De 35GB de fotos, fiquei com pouco mais de 10GB!

Ainda tenho um backup das fotos em tamanho original, mas duvido muito que eu vá usar. Já comparei várias vezes e não consigo notar nenhuma diferença de qualidade, então não vejo muito o que temer. Simplesmente fantástico! E valeu cada centavo dos US$19,99.

Por enquanto só tem versão para Mac, mas a versão Windows está chegando.

E se você trabalha pesadamente com imagens, eles tem a versão server.

O que eu realmente espero é que essa tecnologia de compressão chegue logo as cameras, celulares e todos os dispositivos que manipulam fotos.

Update: Claro que eu sei que não existe mágica. O que o JPEGmini faz é recomprimir suas fotos usando uma compressão muito superior mas sem quebrar a compatibilidade com o formato JPEG, e essa última parte que é o fantástico dele. Pois tecnologias de compressão melhores surgem com certa frequência até, mas na prática acabam sendo inviáveis pois tornam os arquivos incompatíveis com a maioria dos aplicativos que só conhecem os formatos “padrões” de mercado.