Resolvendo por inércia

É engraçado como algumas situações se resolvem por inércia. Segue pequena história para tirar a poeira do blog.

No dia 15/08 ficou disponível o Windows 8 para assinantes MSDN e TechNet. Verifiquei que eu não tinha nenhuma assinatura ativa, tanto minha MSDN e TechNet estavam expiradas. Decidi renovar a TechNet, por ser um terço do preço da MSDN.

Segui todos os passos para renovação, informei cartão de crédito e tudo. Recebi confirmação por e-mail que minha renovação estava sendo processada e que eu deveria aguardar. Dois dias depois recebi outro e-mail dizendo que minha compra estava pendente, e eu precisava enviar cópia dos documentos da empresa (CNPJ e IE) para um fax nos EUA. Se eu não mandasse em 30 dias, a compra seria cancelada.

Como não era nada muito urgente, deixei na lista de coisas a fazer antes de 30 dias. Para minha surpresa (e satisfação), ontem, após 4 dias do e-mail solicitando os documentos, recebi confirmação da compra realizada com sucesso, incluindo nota fiscal e os dados para acesso aos benefícios da assinatura. Sem eu enviar nenhum documento ou qualquer outra ação da minha parte, ou seja, resolvido por inércia total.

Moral da história: se algo não é urgente, deixe passar alguns dias, a coisa pode se “auto-resolver a si mesmo”. ;)

  • Fausto Alves

    Isto é a lei da vida meu caro…
    Quantas vezes perdemos a cabeça, e porque não dizer, as estribeiras tentando resolver um problema que esta aquém de nossas possibilidades?
    Demorei a perceber isso e hoje tenho esse lema?

    Problemas sem soluções, por si só já estão resolvidos

    A César o que é de César

    :-)